I Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia

As portas da vida: desafios e superações das agricultoras do Polo da Borborema será o tema abordado durante o seminário que integra a programação do Encontro Regional que reunirá cerca de 600 agricultoras, agricultores e assessorias nos próximos dias 9 e 12 de março para celebrar o Dia Internacional da Mulher. O tema do seminário faz referência ao vídeo intitulado As muitas portas da vida de Vanda, que narra a impressionante trajetória dessa agricultora paraibana que, apesar das grandes dificuldades, conseguiu abrir várias portas e conquistar importantes espaços em sua comunidade.

O encontro será dividido em dois momentos: um seminário, a ser realizado em Lagoa Seca, no dia 9, no qual 60 agricultoras aprofundarão o diagnóstico sobre as desigualdades nas relações de gênero; e a Marcha pela Vida das Agricultoras e da Agroecologia, no dia 12, em Remígio, que contará com a presença não só de agricultoras, mas também de agricultores, representantes da sociedade civil e de organizações de assessoria.

Como preparação para o encontro, foram realizadas reuniões nos diversos municípios da região de abrangência do Polo da Borborema. O objetivo era desencadear discussões locais sobre as desigualdades vivenciadas pelas agricultoras e desconstruir práticas e discursos que naturalizam a dominação dos homens nas relações sociais e produtivas. As mulheres participantes do evento também foram estimuladas a escrever cartas em que contam a sua história de luta e superação. A ideia é levar testemunhos mostrando que é possível gerar mudanças nas relações dentro das famílias, comunidades, sindicatos, associações e na sociedade como um todo, sendo a Agroecologia o modelo apontado como mais propício para atingir tal objetivo.

Segundo Adriana Galvão, da AS-PTA, entidade que assessora a organização do evento: Além de refletir sobre as relações desiguais, é fundamental dedicar esforços para dar visibilidade ao trabalho da agricultora. Afinal, muitas vezes as próprias mulheres encontram dificuldade para valorizar o seu papel e reivindicar seus direitos enquanto produtoras e reprodutoras dos sistemas de agricultura familiar.

Durante o seminário, além dos debates e trabalho em grupo, será realizado o lançamento do livro Mulheres e Agroecologia: sistematizações de experiências de mulheres agricultoras. Já durante a marcha, serão distribuídos panfletos e haverá ainda um espaço destinado a uma feira de troca de experiências, onde as famílias agricultoras terão a oportunidade de expor seus produtos. As atividades buscam sensibilizar os diversos atores e discutir formas para garantir uma maior participação das mulheres do campo nas esferas produtivas e políticas, além de dar visibilidade às inúmeras formas de violência contra a mulher.

O último número da Revista Agriculturas será totalmente dedicado às mulheres agricultoras e à Agroecologia. Cada artigo relata uma experiência que aponta os desafios, os caminhos trilhados, mas sobretudo as conquistas das mulheres em diversos cantos do País.

Essas e outras iniciativas conduzidas por agricultoras, suas famílias, organizações da agricultura familiar, da sociedade civil e de assessoria, instituições públicas e acadêmicas, que ganham força e expressão ao se congregarem na Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), revelam que o desenvolvimento rural só será pleno e sustentável com equidade e participação de mulheres, homens e jovens de todos os setores da sociedade. Participe!

Confira a programação do Encontro Regional

Programação do Seminário

09/março/2010

8h30: Acolhida e apresentação das participantes

9h: Peça de teatro: As desigualdades das relações de gênero

9h30: Debate

11h30: Palestra: As desigualdades sociais de gênero na agricultura familiar

12h: Almoço

13h30: Superando as desigualdades (Apresentação de testemunhos)

14h: Trabalho em grupo: As portas da vida: desafios e superações

15h: Socialização dos grupos

15h30: Encaminhamentos

16h: Lançamento do livro

16h30: Mística de encerramento

Programação da Marcha

12/março/2010

9h: Acolhida e Peça de teatro: As desigualdades das relações de gênero

10h: Marcha e panfletagem

10h30: Feira de experiências

11h: Ato público

12h30: Almoço

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas , e as tags , , ,
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *