Jovens agricultores e agricultoras realizam II Encontro da Juventude Camponesa do Polo da Borborema

II Encontro da Juventude Camponesa do Polo da BorboremaJovens agricultores de 14 municípios do Polo da Borborema, na Paraíba, realizaram nos dias 29 e 30 de maio, o II Encontro da Juventude Camponesa do Polo da Borborema. O evento que aconteceu no Hotel Fazenda Day Camp, em Campina Grande, foi promovido pela Comissão de Jovens do Polo da Borborema e pelo Núcleo de Infância e Juventude da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia.

Cerca de 100 jovens participaram dos dois dias de atividades e puderam, a partir de suas experiências e da organização de seus grupos, fazer uma leitura da condição da juventude do campo, além de construírem bandeiras de luta comuns que unem e fortalecem a identidade da juventude do meio rural. “O segundo Encontro da Juventude Camponesa nasce da continuidade do processo de formação política dos jovens da região, inaugurado em 2010, no primeiro encontro. É a partir da visibilidade das ações dos jovens que esses momentos de formação têm sido únicos para o fortalecimento de uma identidade, é quando o Polo vem forjando a juventude como um novo ator político importante para a própria continuidade do movimento”, explica Roberval Silva, da coordenação do Programa Paraíba da AS-PTA.

SAM_2270Foi permeado de atrações culturais, musicais e de muitas brincadeiras que os jovens debateram temas como violência no campo, violência contra mulher, preconceito, acesso à terra e à água, lazer e educação contextualizada e analisaram como impactam diretamente na vida do jovem rural. Foi percorrendo um caminho organizado no centro do auditório que os jovens foram apontando em tarjetas fatos e acontecimentos marcantes na trajetória de sua vida entre os anos de 2002 (início do trabalho com infância e juventude) até 2013.

Os temas mobilizadores foram aprofundados em grupos, sistematizados e compartilhados na plenária por meio de peças teatrais, entrevistas, cartazes e apresentações. A animação do encontro e dos debates ficou à cargo de “Wellington Washington” (Euzelir Fidelis – Polo da Borborema), “Márcia Proeza” (Márcia Rodrigues – Polo da Borborema) e “Glorinha Groishman” (Ana Paula Anacleto – AS-PTA) que encarnaram os apresentadores de um programa de televisão, o “Sementes do Saber”. O programa, que além de descontrair o público jovem, interagiu com a plateia por meio de entrevistas, apresentações musicais e brincadeiras que dialogaram com os objetivos do encontro. O programação do primeiro dia contou ainda com a animação da banda “Gigahertz” formada por jovens do município de Remígio, atração principal do “programa de auditório” e foi encerrado com um luau, onde os jovens puderam se confraternizar.

II Encontro da Juventude Camponesa do Polo da BorboremaNo segundo dia de encontro, diversos jovens puderam dar o seu depoimento sobre a vida na agricultura e compartilhar as suas experiências, enfatizando sua participação nos sindicatos, nos mutirões da “Campanha de Fortalecimento da Vida na Agricultura Familiar” e destacando como sua vivência na zona rural tem sido positiva para o entendimento do jovem enquanto sujeito capaz e produtivo. Maria Gabriela Galdino dos Santos, que vive no sítio Nicolândia, município de Massaranduba, foi uma das jovens agricultoras a falar sobre sua experiência de vida: “Participei do primeiro encontro em 2010, onde surgiu muitas expectativas e formas para que os jovens possam se envolver. E foi assim que o Sindicato de Trabalhadores Rurais de Massaranduba decidiu criar a comissão de jovens, isso fortaleceu nossas práticas na agricultura. O segundo encontro vem reafirmar o que foi apresentado no encontro anterior e estimulou os que ainda não estavam envolvidos na agroecologia. Eu me sinto feliz em poder passar para os outros minha experiência”.

Lançamento – após os depoimentos, foi lançado o projeto “Sementes do Saber”, que vai desenvolver ações nos municípios de Queimadas, Massaranduba, Lagoa Seca, Remígio, Solânea e Alagoa Nova. As ações do projeto têm o objetivo de incluir economicamente os jovens nas comunidades rurais do território da Borborema. O processo de formação do projeto inclui mutirões, visitas de intercâmbio, oficinas, cursos e seminários sobre temáticas que contribuam com a inclusão produtiva social dos jovens dos seis municípios. O projeto vai estimular um processo de experimentação a partir do resgate das sementes crioulas, fortalecer os fundos rotativos solidários de criação de pequenos animais e promover o acesso aos mercados locais de produtos beneficiados. Os jovens terão ainda a oportunidade de trabalhar com a arborização, por meio de mutirões de fabricação e venda de mudas de diversas plantas O “Sementes do Saber” será desenvolvido pela AS-PTA em parceria com a comissão de jovens do Polo da Borborema e conta com o co-financiamento da União Europeia.


Created with flickr slideshow.

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags ,
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *