Encontro reúne em Lagoa Seca Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Polo da Borborema

visita de intercâmbioMais de 250 agricultoras e agricultores irão se encontrar na próxima terça e quarta-feira, dias 24 e 25 de setembro, no Convento Ipuarana em Lagoa Seca, na Paraíba, no I Encontro de Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Polo da Borborema. O objetivo do evento é promover um espaço de troca de experiências e fortalecer o papel político dos agricultores e das agricultoras enquanto protagonistas da construção do conhecimento agroecológico, além de fortalecer a rede de agricultores experimentadores do território. O evento é promovido pelo Polo da Borborema, uma articulação de 14 sindicatos de trabalhadores rurais da região da Borborema em parceria com a Organização Não Governamental AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia.

É a rede de agricultoras e agricultores experimentadores que vem dando sustentação às transformações da agricultura familiar agroecológica no território da Borborema nos últimos 20 anos, produzindo alimentos e gerando riquezas. Como sintetiza Zé Pequeno, agricultor-experimentador do Sítio São Tomé, em Alagoa Nova: “Meus pais não eram valorizados, meus irmãos não eram valorizados e os agricultores eram desvalorizados. Ninguém olhava para aquilo que fazíamos e que tinha grande sentido na nossa vida. A assistência que vinha era de cima para baixo. Depois da vinda desse trabalho é que eles começaram a aprender com o nosso modo de ser e nosso modo de agir e nós passamos a ser professores para outros. Eu me sinto feliz e orgulhoso de ser um grande repassador dos meus conhecimentos, trazendo da vida dos meus pais, da vida de minha família e da vida dos meus antepassados. Tornei-me um agricultor-experimentador, que já fazia, mas agora me deram vez e voz. Tenho repassado estes boletins que foi feito de minha história para toda essa Paraíba afora. Isso aí tenho orgulho em dizer.”

Apresentação da Comissão de Saúde e AlimentaçãoA programação terá início às 9h00, com uma feira de “Saberes e Sabores”, onde os participantes irão expor seus produtos, plantas, sementes, mudas, boletins informativos, banners, artesanato, enfim o conjunto de suas experiências. Já no período da tarde os agricultores irão se dividir em oito oficinas sobre quatro grandes temas: criação animal, sementes, quintais produtivos e rearborização quando irão trocar e aprofundar conhecimentos a partir de suas práticas.

O segundo dia de encontro será aberto com um carrossel de experiências, também dividido em quatro estações temáticas, onde todos terão oportunidade de conhecer o debate do dia anterior e como as experiências se organizam e se articulam no território. Em plenária, irão assistir a apresentação da peça “Margarida e Biu tornaram-se fumicultores” que será encenada pelo Grupo de Teatro do Polo da Borborema. O espetáculo vai evidenciar o contraste entre dois modelos opostos, o do agronegócio e o das famílias agroecológicas. A trama vai mostrar o dia-a-dia de duas famílias vizinhas e suas trajetórias distintas de produção: a de Biu e Margarida cuja opção pela especialização produtiva  com a fumicultura e a outra, os compadres que optaram pela diversificação produtiva com base na agroecologia, de forma que os participantes possam comparar a rotina das duas famílias e o papel de cada uma delas na construção do conhecimento em cada um dos dois modelos. Após a apresentação da peça será feito um debate sobre as questões levantadas.

Plenária Encontro do PoloNo período da tarde, ainda haverá um debate sobre as políticas públicas e seu papel para a afirmação das capacidades dos agricultores de construírem o seu próprio conhecimento.

Série de encontros – O I Encontro de Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Polo da Borborema é fruto de uma série de encontros municipais preparatórios e ocorrerá também em preparação para o Encontro de Agricultoras e Agricultores Experimentadores da Paraíba promovido pela Articulação do Semiárido Paraibano (ASA Paraíba), que acontecerá também em Lagoa Seca nos dias 3 e 4 de outubro. Esse encontro por sua vez, antecede o Encontro Nacional de Agricultoras e Agricultores Experimentadores, que reunirá os 11 estados do semiárido integrantes da Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA Brasil) em Campina Grande, entre os dias 28 e 31 de outubro.

 

Programação:

Dia 24 de setembro

– 9h – Abertura
– 9h30 – Feira de Saberes e Sabores
– 12h – Almoço
– 13h30 – Oficinas temáticas
– 18h30 – Confraternização

Dia 25 de setembro

– 8h30 – Carrossel de experiências
– 10h – Teatro: Margarida e Biu tornaram-se fumicultores
– 10h30 – Debate
– 12h – Almoço
– 13h30 – Debate sobre papel das políticas públicas
– 15h30 – Encerramento

 

Isto foi postado em Notícias com os temas e as tags , ,
Faça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Login with Facebook

*
*