Perto de 2 mil agricultores e agricultoras participaram da 11ª Feira regional de sementes crioulas e da biodiversidade no Paraná

Feira RegionalAproximadamente 2 mil agricultores e agricultoras participaram da 11ª Feira regional de sementes crioulas e da biodiversidade, dia 29 de setembro, no município São Mateus, na região centro-sul do Paraná. Em mais de 50 stands, famílias, associações comunitárias e de assentamentos rurais expuseram para troca e venda uma grande diversidade de produtos e de variedades de sementes de milho, em destaque, mas também feijões, hortaliças, tubérculos e flores, mudas de árvores de múltiplo uso, além de produtos artesanais e agro-industrializados.

Integrando os eventos comemorativos dos 28 anos do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Mateus do Sul, a Feira regional contou com o apoio da articulação regional da agricultura familiar “Coletivo Triunfo”, dos Sindicatos dos municípios Bituruna, São João do Triunfo, Rio Azul, Palmeira e Cruz Machado, das cooperativas Cofaeco, Cofepal , dos colégios e casas familiares agrícolas de Palmeira, Bela Vista do Toldo e São Mateus e da Prefeitura municipal de São Mateus.

Saudando e dando boas vindas aos participantes da Feira, vindos de mais de 15 municípios da região, o prefeito de São Mateus, Clóvis Ledur, chamou a atenção para a importância social, econômica e ambiental da parceria entre as organizações da sociedade e o poder público para o fortalecimento da agricultura familiar na região centro-sul do Paraná. Referindo-se as evidências do papel econômico e social dinamizador que tem cumprido o programa governamental de compra direta à agricultura familiar na disseminação da produção e uso das sementes crioulas na região centro-sul do Paraná. Advertiu ainda para a necessidade de permanente vigilância contra a contaminação das sementes dos agricultores pelos transgênicos produzidos pelas empresas multinacionais e comercializados na região.

Na solenidade de abertura da Feira, o agricultor Walmor Pase, falando em nome do Coletivo Triunfo, ressaltou o duplo papel das sementes crioulas como ferramenta de resistência da agricultura familiar regional ao agronegócio e como fundamento de um modelo alternativo de produção agrícola. O secretário da agricultura de São Mateus, agricultor Beto Feira RegionalVolochen, enfatizou o papel central desempenhado pelas mulheres agricultoras na conservação, uso e disseminação das sementes crioulas na região. Falando em nome da ASPTA, Silvio Gomes de Almeida, chamou a atenção para o forte vínculo que tem sido demonstrado entre a disseminação das sementes crioulas na região e o fortalecimento das economias e da autonomia técnica das famílias agricultoras.

Em meio às atividades culturais, os agricultores e agricultoras, adultos e jovens, passaram o dia trocando sementes e todo o acervo de conhecimento construído após anos de seleção, asseguram com essa iniciativa caminhos para a construção da autonomia e da segurança alimentar das famílias da região.

Created with flickr slideshow.
Esta atividade foi relizada com apoio do projeto PDA do Ministério do Meio Ambiente.

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags ,
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *