Exposição Terra Forte: paisagens camponesas marca noite de Seminário Internacional

convite exposição terra forteCompondo a programação do Seminário Internacional Construção da Resiliência Agroecológica em Regiões Semiáridas, aconteceu na noite da quinta-feira (22) o coquetel de lançamento da exposição fotográfica Terra Forte: paisagens camponesas, no Hotel Fazenda Day Camp, em Campina Grande.

Por meio das lentes do fotógrafo pernambucano Flávio Costa, a exposição retrata em 65 fotos, a inteligência e perserverança de homens e mulheres que constroem na agricultura familiar caminhos para transpor localmente desafios que são também de escala global.

Retratado em algumas das imagens, o agricultor-experimentador Luiz Sousa, da comunidade Salgado de Souza, do município de Solânea, esteve presente no lançamento e reiterou o seu compromisso com o cultivo agroecológico e com a agricultura familiar. Além de Luiz, outros agricultores e agricultoras do Polo da Borborema estiveram presentes na abertura da exposição.

As imgens buDSC05366scaram dar luz aos processos criativos das famílias agriultoras frente as adversidades postas pelo clima do semiárido. Foram vistadas sete famílias de cinco municípios da região do Polo da Borborema e busca destacar os principais resultados do Projeto Terra Forte produzidos pelas mãos dos homens e mulheres do semiárido paraibano.

A exposição foi visitada pelos participantes do seminário, além dos próprios agricultores retratados e convidados. O resultado agradou ao público presente, que elogiou a forma positiva como o Semiárido foi retratado, com sensibilidade e ao mesmo tempo, mostrando a força daqueles agricultores e agricultoras. As imagens foram também uma maneira de fazer com que esses personagens se vissem de forma completamente nova, como dona Irene, agricultora experimentadora de Solanea, que capturada pelas lentes de Flávio, se encantou com seu próprio trabalho.

As experiências de promoção da Agroecologia na região foram apoiadas pelo Projeto Terra Forte, iniciativa concebida e executada pela AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia, em parceria com o Polo da Borborema, o Patac e a Agrônomos e Veterinários Sem Fronteira (AVSF) com o cofinanciamento da União Europeia.

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags
Faça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Login with Facebook

*
*