Grupo Coletivo Triunfo recebe agricultores familiares de Mandirituba para intercâmbio em propriedade Agroecológica em São João do Triunfo

debate seleção massalNo último dia 30 de abril, foi realizada a reunião mensal do Grupo Coletivo Triunfo na propriedade de Luzia e Valdemar Antunes de Leite, na comunidade de Canudos, em São João do Triunfo-PR. Estiveram presentes agricultores e agricultoras dos municípios de Palmeira, São João do Triunfo, São Mateus do Sul, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, e assessores técnicos e professores da AS-PTA, do Laboratório de Mecanização Agrícola – LAMA/UEPG, da Cooperativa de Trabalho e Extensão Rural Terra Viva – COOPTRASC, e do Departamento de Estudos Sócios Econômicos Rurais – DESER, além dos visitantes da Associação Brasileira de Amparo a Infância – ABAI de Mandirituba-PR.

Após a família de Luzia e Valdemar receber os participantes com um café da manhã agroecológico, eles apresentaram a forma com que eles cultivam seus alimentos na propriedade para o consumo da família e para venda como forma de geração de renda. Os principais produtos são milho, feijão, arroz, mandioca, entre outros resguardando a diversidade na propriedade.

pratica seleção massal 2Após a visita, os participantes realizaram seleção massal estratificada na lavoura de milho crioulo da variedade Palha Roxo. Nesse momento, foi debatido sobre os princípios do processo de seleção e os critérios de escolha das melhores espigas, a sanidade da planta, altura dos pés, entre outras características adotadas pelos agricultores para que se obtenha uma semente de qualidade para ser novamente plantada, trocada e comercializada entre as famílias agricultoras. O grupo ainda classificou coletivamente as espigas colhidas, descascando e selecionado as melhores serem debulhadas e armazenadas com segurança.

Ao final, realizaram o teste de transgenia para comprovar se as sementes continuam pura. O método utilizado é o da fitinha que já vem sendo amplamente usado pelo Coletivo Triunfo, principalmente durante as feiras de sementes crioulas e nas lavouras monitoradas para segurança da preparo das sementesconservação das variedades de milho crioulo em campos de produção. Para felicidade da família que cultiva esse milho crioulo por várias décadas, o teste foi negativo para transgenia. Luzia e Valdemar, cuidadosos guardiões, conseguiram manter sua semente pura. A contaminação por transgênicos é uma realidade e uma dificuldade vivida na região.

O dia de trabalho foi finalizado com um almoço oferecido pela família, uma quirerada de milho crioulo com galinha caipira.

 

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *