Grupo Coletivo Triunfo organiza a 13ª Feira Regional de Sementes Crioulas e da Agrobiodiversidade em Bela Vista do Toldo-SC

cartaz da 13 feira ParanáO Grupo Coletivo Triunfo vem se reunindo sistematicamente para organizar a Feira Regional de Sementes Crioulas da Agrobiodiversidade que em 2015, chega a sua décima terceira edição. Esse ano, a Feira acontecerá em Bela Vista do Toldo, em Santa Catarina e espera-se mais de 2 mil participantes.

Como surgiram as Feiras de Sementes?

Em 1999, na comunidade de Pinhalão, no município de União da Vitória, numa reunião municipal de mulheres foi concebida a ideia de criar um momento de Troca de Sementes Crioulas para favorecer o livre intercâmbio das variedades entre as famílias e comunidades. Nesse momento, o grupo de mulheres recebeu o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União da Vitória, da Prefeitura Municipal e da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia.

Já no primeiro encontro realizado foram resgatadas mais de 100 variedades de sementes crioulas de diversas espécies de milho, feijão, centeio, trigo, arroz, batata, batata doce, amendoim, sementes de hortaliças, sementes de árvores nativas e também raças de animais de pequeno porte como porcos, galinhas, cabritos entre outros. Após o sucesso deste encontro, surgiu a idéia de se fazer algo ampliado e que pudesse reunir mais comunidades municipais, foi quando surgiu 1ª Feira Municipal de Sementes Crioulas, realizada em 2000, no município de União da Vitória, no Paraná.

Após a realização da primeira feira, também com enorme sucesso, todos os municípios da região como Palmeira, São João do Triunfo, São Mateus do Sul, Irati, Rebouças, Rio Azul, Fernandes Pinheiro, Porto Vitória, Bituruna, Cruz Machado, entre outros sentiram-se motivados a realizarem feiras municipais de sementes. Por sua vez, o sucesso das feiras municipais se expandiu passou-se a organizar também Feiras Regionais, que foram se configurando numa forma de confraternização com participação de todos os municípios do Centro Sul do Paraná e depois para o Planalto Norte Catarinense, com os municípios de Porto União e Irineópolis.

Além da troca de sementes e de experiências entre as famílias agricultoras, as Feiras tornam-se espaços privilegiados de resgate do conhecimento e das riquezas que cada família tem na sua estratégia de trabalho dentro da propriedade, é o momento onde são resgatados os tesouros escondidos.

Essas iniciativas foram passo importante para a idealização das feiras estaduais e nacional, capazes de disseminar e amplificar a valorização do uso e da conservação das sementes crioulas, gerando autonomia e direito às famílias terem sua própria semente.

As Feiras Regionais das Sementes Crioulas e da Agrobiodiversidade

Desde o ano 2000 até os dias de hoje, já foram realizadas mais de 100 feiras de sementes municipais e 13 Feiras Regionais de Sementes Crioulas e da Biodiversidade. Além disso, as famílias agricultoras da região tornaram-se exemplos de guardiões das sementes e vem participando de feiras em outros municípios, estados e até do País por meio de caravanas organizadas pelos sindicatos, pelos grupos formais e informais de resgate de sementes.

No início, as feiras municipais e regionais eram organizadas por grupos comunitários, associações, sindicatos de trabalhadores rurais, grupos de mulheres, instituições parceiras, jovens estudantes, cooperativas familiares, órgãos públicos e outros movimentos sociais que surgem a cada momento para fortalecer o trabalho com sementes crioulas. No entanto, nos últimos anos, esses grupos passaram a se organizar no Grupo Coletivo Triunfo. Agora reside nesse Coletivo a animação do processo e as definições como o local que será realizada a feira de sementes dentro de cada município, a comunidade que irá receber e qual a melhor época do ano a ser realizada. Este Grupo divide então tarefas por Comissões entre elas a questão de logística da feira, atos políticos, organização e mobilização local das famílias agricultoras a participarem e trazerem suas sementes crioulas para troca e a venda. Geralmente, as feiras de sementes crioulas são realizadas entre os meses de julho a setembro.

A Feira Regional é considerada como um momento de confraternização de todos os municípios da região Centro Sul do Paraná e Planalto Norte Catarinense, e é ela que encerra as atividades na região. Em 2015 a feira regional será realizada nos dias 21,22 e 23 de agosto em Bela Vista do Toldo, Santa Catarina. Os agricultores e agricultoras já estão em festa aguardando os participantes com uma quirelada feita com milho agroecológico da região.

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

2 comentários

  1. Irani Helena Zago
    Postado 8 de agosto de 2015 às 21:11 | Permalink

    Só tomei conhecimento do Grupo Coletivo Triunfo, e do encontro em Bela Vista do Toldo na 13 ferra Regional, agora, como estou já com compromisso para 21,22,23/08, não quero perder o contato com o grupo. Como posso me inscrever para receber informações das programações?
    Irani Helena Zago
    48 3266 8062 – Florianópolis(SC)

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *