Jovens da Borborema realizarão 7ª Feira Agroecológica e Cultural em Solânea com Educação do Campo como tema central

A comissão de jovens do Polo da Borborema, uma rede de sindicatos de trabalhadores rurais da região da Borborema na Paraíba, realizará em Solânea-PB, no próximo dia 26 de julho, das 8h as 12h, a 7ª Feira Agroecológica e Cultural da Juventude Camponesa do Polo da Borborema.

O evento acontecerá na Rua Josefa Crispim, 50, Centro, em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Solânea-PB. No espaço serão montadas 16 barracas para a comercialização de uma variedade de produtos da agricultura familiar e exposição de experiências de jovens agricultores. Estarão presentes cerca de 100 jovens agricultores, feirantes e lideranças atuantes na comissão de juventude dos seus municípios.

A sétima edição da feira terá como lema “Educação e Resistência” e irá trazer em ato público, falas e depoimentos, o papel e a importância da educação contextualizada para a juventude e a formação de sua identidade camponesa, além de fazer a denúncia dos inúmeros casos de fechamento das escolas do campo na região e dos recentes cortes nas universidades por parte do Governo Federal.

A novidade desta edição será a montagem de duas tendas pedagógicas: uma tenda simbolizando a educação do campo contextualizada e a outra a chamada “escola sem partido”, ou “escola com mordaça” como vem sendo chamada a ideia que gerou dezenas de projetos de lei em câmaras municipais do país, cuja proposta fere a liberdade de expressão dos educadores sob o argumento de barrar o que seus defensores chamam de ‘ideologia de gênero’ entre outros argumentos.

“A feira mostra o nosso trabalho e é um espaço político, queremos nosso espaço educacional na prática. De que adianta eu sair do campo e estudar em uma escola de tempo integral que foge do meu dia a dia e que me impede de realizar meu trabalho dentro da agricultura familiar? Para nós agricultores, nossa primeira sala de aula é a agricultura”, explica Jeane Carla de Medeiros, Assentamento Queimadas, Remígio-PB.
A feira terá ainda visitantes estrangeiros vindos dos países Argentina, Bolívia, Paraguai, Nicarágua, e El Salvador. O grupo é formado por cerca de 60 pessoas entre elas jovens agricultores que fazem parte de um intercâmbio entre estes países e está visitando os estados de Pernambuco e Paraíba conhecendo experiências de jovens no campo da agroecologia.

As Feiras Agroecológicas e Culturais da Juventude Camponesa tem o objetivo de servir como laboratório na arte da comercialização para os jovens agricultores do território e como vitrine para seus produtos e manifestações artístico-culturais. Acontecem a cada vez em um município diferente onde o Polo da Borborema atua e tem o papel de valorizar e dar visibilidade ao trabalho de jovens agricultores. A feira conta com o apoio das entidades de cooperação internacional Action Aid, CCFD Terre Solidaire e terre des hommes schweiz.

Programação:
8h – Boas Vindas e mística de abertura
8h30 – Abertura oficial da feira
9h – Falas sobre o tema da feira:
9h30 – Atrações Culturais | Trio de Forró | Declamação de poemas | Roda de Capoeira | Voz e violão
9h45 – Depoimento mãe de aluno | professora pesquisadora UFPB
10h – Atrações culturais
12h – Encerramento

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas , e as tags , , ,
Faça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Login with Facebook

*
*