Arquivos do autor: adriana

Sementes da Paixão — Agricultores nordestinos celebram dia de São José

Reportagem do Jornal Nacional destaca o trabalho dos Bancos de Sementes Comunitários da Paraíba.

Postado em Notícias | dentro de com os temas e as tags , , Comentar

Países não chegam a acordo sobre adoção de legislação global

CARTA MAIOR, 25/03/2008. Grupo de Trabalho constituído no âmbito do Protocolo de Cartagena não consegue chegar a uma proposta de consenso sobre a adoção de um Regime de Responsabilidade e Compensação pelos danos causados pelos transgênicos. A dois meses da MOP-4, posição do Brasil permanece indefinida.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Chega de veneno na nossa comida!

15/08/2005. Setores do governo vêm protagonizando mais uma investida contra o meio ambiente e a saúde da população. A bola da vez agora é a tentativa de liberalizar o comércio de agrotóxicos no Mercosul.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Lobista ou cientista?, por Luiz Eduardo Carvalho

O Estado do Paraná – 18/05/2004. Nos rótulos, está bem à vista: tem muito lobista rotulado como cientista.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Presidente, onde fica a saída?, artigo de Roberto Requião

Folha de São Paulo, 20/04/2004. Por que o Porto de Paranaguá continua fechado à soja transgênica? Estado livre de transgênicos, porto livre de transgênicos.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Análise de mérito e o conflito de interesse, artigo de Glaci Zancan

JC e-mail, SBPC, 05/12/2005. É preciso evitar que a interferência do mercado nas atividades de pesquisa leve ao descrédito da ciência que sempre foi regida por princípios éticos severos, o que lhe conferiu a credibilidade que hoje desfruta.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Carta da sociedade civil sobre o APL de acesso a recursos genéticos

BRASÍLIA, maio de 2007. O governo, por meio da Casa Civil, consultou até agora apenas o setor acadêmico, sem escutar os outros grupos da sociedade, cujos direitos serão afetados pela nova legislação.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Histórico da Instituição

A AS-PTA surgiu no contexto do lento processo de redemocratização do país, nos anos 80, quando começaram a se reorganizar os movimentos sociais no campo. A entidade foi criada em 1983 como um projeto anexo à ONG Fase, o Projeto Tecnologias Alternativas. Em 1990, se constituiu como entidade com personalidade jurídica própria. O intenso processo de expropriação econômica e de migrações verificado na década de 70 como conseqüência da modernização capitalista da agricultura colocou então para os movimentos sociais do campo uma dupla necessidade: recompor suas estruturas organizativas e, ao mesmo tempo, promover ações visando ao fortalecimento da capacidade produtiva da agricultura familiar de forma assegurar melhores condições de permanência e resistência na terra. Para os sem-terra, tratava-se de incorporar tecnologias inovadoras de produção viáveis nas condições adversas em que se davam as primeiras ocupações dos latifúndios improdutivos em todo o país.Nesse contexto, surge o embrião da AS-PTA como resultado da parceria entre a Comissão Pastoral da Terra (CPT), movimentos sociais de expressão regional no campo e um grupo de técnicos visando a equacionar meios para enfrentar os desafios acima colocados. Para tanto, foi constituído um núcleo de coordenação e equipes locais em vários estados da Federação que se articularam a ONGs, constituindo a então denominada Rede Tecnologias Alternativas. Constituída originalmente como a coordenação política dessa Rede, a partir de 1990, de forma simultânea com sua instituição jurídica, a entidade assumiu a configuração até hoje vigente e o objetivo estratégico de atuar na promoção da agricultura familiar e da agroecologia no plano nacional. A partir de 1993, incorporou à sua estratégia os programas de Desenvolvimento Local do Agreste da Paraíba e do Centro-Sul do Paraná que passaram a se constituir como espaços para a geração de referências técnicas e metodológicas, subsidiando a intervenção social e política da AS-PTA no plano nacional. Em 1999 deu início ao Projeto Agricultura Urbana no Rio de Janeiro atribuindo a ele a mesma vocação que os Programas Locais.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Quando a luz incomoda, artigo de Gabriel B. Fernandes

BRASIL DE FATO, 28/06/2006. obscurantismo, na verdade, é acreditar por princípio que os transgênicos são inerentemente seguros e evitar que esses produtos sejam submetidos a testes rigorosos, independentes e de médio e longo prazos.

Postado em Notícias | e com as tags Comentar

Promoção da agroecologia na cidade do Rio de Janeiro / RJ

A AS-PTA vem desenvolvendo, desde outubro de 1999, o Programa de Agricultura Urbana na zona oeste do município do Rio de Janeiro, RJ.Neste programa é estimulado o aproveitamento de pequenos espaços em comunidades dentro da cidade para o cultivo de alimentos, plantas medicinais e criações de animais, sob um enfoque agroecológico. O trabalho é desenvolvido a partir do reconhecimento e da valorização das experiências espontâneas e dos conhecimentos dos moradores, da facilitação do acesso aos conhecimentos técnicos apropriados, do incentivo à experimentação, bem como do apoio a variadas formas de organização local.

Postado em Notícias | dentro de com os temas e as tags , , Comentar