Feira de Sementes Crioulas atrai mais de 1500 pessoas no Paraná

Cada um dos 28 expositores contribuiu para compor o grande mosaico formado pelos diversos tipos de sementes, alimentos, artesanatos e fotografias das propriedades. A participação dos agricultores na organização do evento também foi determinante para a promoção de um verdadeiro intercâmbio de saberes e sabores, mostrando o valor da agrobiodiversidade expressa nos alimentos e nas sementes crioulas cultivadas, selecionadas e multiplicadas ao longo de várias gerações.

Espaços como esse fortalecem a luta em defesa desse patrimônio das famílias agricultoras da região que vêm se engajando no movimento pelo direito de uso e conservação da agrobiodiversidade pela Agricultura Familiar, declara André Jantara, da AS-PTA.

O momento, portanto, é de celebração, mas também de mobilização e articulação política frente à ameaça de contaminação que as sementes transgênicas representam para a preservação das sementes tradicionais. Para tentar frear o avanço da transgenia, agricultores têm assumido a tarefa de monitorar o nível de contaminação das lavouras de milho crioulo pelas sementes transgênicas e têm obtido resultados alarmantes.

Como ato simbólico, foi realizado o Teste da Transgenia das sementes crioulas de milho, assim como foi feita uma breve explanação sobre o método adotado e as precauções que as famílias devem tomar para evitar a contaminação.

Por meio das atividades e demonstrações, os participantes da feira também buscam sensibilizar e obter o compromisso dos órgãos governamentais presentes. José Leitão, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), ressaltou a importância da inclusão cada vez maior da agricultura familiar em mercados institucionais, sobretudo por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Além do MDA, outros órgãos estiveram presentes, tais como a Prefeitura do Município; a Secretaria de Planejamento Municipal; o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR); e a Emater.

Após os debates e atividades, foram apontados alguns encaminhamentos, como a necessidade de fortalecer o resgate e a multiplicação das diversas sementes crioulas, o estímulo cada vez maior aos intercâmbios entre as famílias e a continuidade do monitoramento do risco da contaminação das sementes crioulas, principalmente no caso do milho.

Como em todas as ocasiões de encontro de agricultores familiares, há o momento cultural, no qual o Grupo Teatral da Escola Estadual Estanislau Schulmann, de Bela Vista do Toldo (SC), abordou a problemática do consumo de alimentos transgênicos. A feira foi encerrada ao som de gaiteiros e cantores locais.

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags , ,
Faça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Login with Facebook

*
*