Comissão territorial se reúne para planejar a Campanha pelo Fortalecimento da Vida na Agricultura Familiar

DSC02148Aconteceu no dia 26 de outubro, na sede da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia, em Esperança-PB, a reunião de avaliação e planejamento da Campanha de Fortalecimento da Vida na Agricultura Familiar para o segundo semestre de 2017.

A reunião, que contou com a participação de professoras, diretoras escolares, lideranças comunitárias e dirigentes sindicais, além da equipe da AS-PTA, iniciou com a avaliação das atividades do primeiro semestre que tiveram como objetivo a desnaturalização das desigualdades entre meninos e meninas. Os 12 municípios que se fizeram presentes, avaliaram como extremamente positiva a promoção do debate sobre as desigualdades, dando oportunidades às crianças refletirem sobre justiça social e oportunidades iguais.

O tema dos mutirões, como são chamados os momentos de formação e de brincadeira com as crianças e adolescentes, acabou sendo libertador para muitas crianças e, principalmente, para muitas meninas que gostavam de jogar futebol ou simplesmente, gostavam de ir de boné e sofriam bullying dentro da escola.

Um vídeo ajudou a refletir a nova etapa dos mutirões. Com o tema Amo meu corpinho: quem ama cuida! os próximos mutirões pretendem alertar as crianças para os abusos sexuais. A temática proposta foi bem acolhida pelos integrantes da Coordenação Territorial da Campanha que acabaram por trazer alguns casos de violência vividos pelas crianças. A profa. Maria José, da Escola Municipal de Remígio avalia a necessidade da temática: “É um desafio tratarmos sobre a questão com as crianças, pois eles precisam de afeto e de carinho. Mas sempre ensino à elas que carinho é diferente de carícia. Esse tema será muito importante para fortalecer o trabalho que já fazemos pela ocasião do 18 de maio, Dia Nacional de Combate contra a Exploração Sexual Infantil”.

Na reunião ainda foi partilhado os primeiros resultados do Diagnóstico realizado sobre a Campanha de Fortalecimento da Vida na Agricultura Familiar. No primeiro semestre, foram perto de 1500 crianças e adolescentes envolvidos, em 13 municípios, 90 comunidades, 19 escolas e 90 professores do campo. Diante dos números generosos, o grupo avaliou também as potencialidades e os desafios para continuidade do trabalho.

DSC02161Ao final da reunião, alguns acordos e foram tirados e planejados: foram construídas datas do planejamento municipal, dos novos mutirões, mas também foram organizadas a sensibilização dos pais, como fazer o debate sobre o fechamento das escolas do campo, foi planejado um encontro de professores para troca de experiências pedagógicas.

Com o objetivo contribuir para a conscientização e a valorização da agricultura familiar junto às crianças, filhos e filhas das famílias agricultoras, a Campanha é desenvolvida pelo Núcleo de Infância e Juventude da AS-PTA em parceria com o Polo da Borborema, e surgiu em 2002 com o apoio da ActionAid.

 

Isto foi postado em Notícias
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *