Próximas chamadas

SOBERANIA ALIMENTAR (V14, N1)

Diversas experiências mobilizadas em torno da alimentação e da produção de alimentos inspiram noções e categorias de luta em resistência ou como proposta frente às transformações nos sistemas agroalimentares. A soberania alimentar é uma delas. Ela diz respeito ao direito dos povos à alimentação saudável e culturalmente adequada, com alimentos produzidos a partir de métodos ecologicamente sustentáveis. Além disso, as demandas por soberania alimentar também implicam no direito das pessoas – agricultores e consumidores – definirem seus sistemas agrícolas e alimentares. Muitas iniciativas no campo da agroecologia, saúde e nutrição, consumo responsável, economia solidária e autogestão têm sido bem-sucedidas em apresentar propostas com base na soberania alimentar. E elas se dão em diferentes ambientes, formatos e escalas. É a partir delas que a próxima edição da Revista Agriculturas busca apresentar experiências que coloquem em prática a soberania alimentar em contextos e pontos de vista distintos.

Convidamos artigos que apresentem a diversidade das experiências relacionadas à soberania alimentar no Brasil. Algumas das questões que motivam a próxima edição da Revista: que estratégias agricultores e consumidores podem desenvolver para enfrentar o poder econômico das grandes multinacionais de alimentos? Que questões e atividades vêm mobilizando as experiências e movimentos sociais identificados à perspectiva crítica da soberania alimentar? Quais são os efeitos concretos das iniciativas identificadas à noção de soberania alimentar sobre os ambientes urbanos e rurais? Qual o papel dos jovens e das mulheres nas experiências? Como consumidores e agricultores criam canais diretos para abertura de novos mercados? Qual o efeito das experiências de encurtamento dos canais de comercialização sobre a qualidade dos alimentos produzidos e consumidos? Como as políticas públicas contribuem ou dificultam as iniciativas em curso? Que outros obstáculos têm sido encontrados para o avanço e a consolidação das experiências?

Data-limite para envio dos artigos: 20 de dezembro de 2017

 

Instruções para elaboração de artigos

Os artigos deverão descrever e analisar experiências concretas à luz da chamada temática, procurando extrair ensinamentos que sirvam de inspiração para grupos envolvidos com a promoção da Agroecologia.

Os artigos devem ter até seis laudas de 2.100 toques (30 linhas x 70 toques por linha). Os textos devem vir acompanhados de duas ou três ilustrações (fotos, desenhos, gráficos), com a indicação de autores e respectivas legendas.

Os autores devem informar dados para facilitar o contato de pessoas interessadas na experiência. Envie para revista@aspta.org.br.