1ª Conferência Territorial de Políticas Públicas de Juventude da Borborema reúne jovens de 21 municípios em Lagoa Seca-PB

Cerca de 70 jovens de 21 cidades do Território da Borborema e dos 15 municípios onde está organizada a Ala Jovem do Polo da Borborema, participaram nesta terça-feira, 11 de outubro, da I Conferência Territorial de Políticas Públicas de Juventude do Território da Borborema, no Convento dos Maristas em Lagoa Seca-PB. O evento foi promovido pelo Território da Cidadania da Borborema em parceria com a ASP-TA Agroecologia e Agricultura Familiar, o Polo da Borborema, o Serviço de Educação Popular (SEDUP) e a Associação Arribaçã.

A programação foi aberta com a animação dos integrantes do Grupo de Teatro do Polo da Borborema, Euzelir Fidelis (Polo da Borborema) e Ana Paula Anacleto (AS-PTA), que encarnaram “William Bode” e “Fátima Berrante”, apresentando o “Jornal Intencional”, que explicou cada passo das atividades do dia aos participantes e ajudou a descontrair o evento. Após a leitura e aprovação do regimento interno, houve a fala dos Conferencistas Geovane Sousa, da Comissão Organizadora Estadual da Conferência de Políticas Públicas para a Juventude, e Léia Soares, do Polo da Borborema.

Geovane Sousa lembrou as conquistas recentes da juventude, a exemplo da Emenda Constitucional que, em 2010, incluiu o termo “juventude” no texto da Carta Magna. Falou ainda sobre a importância do envolvimento do segmento em espaços de participação: “apesar das conferências serem eventos promovidos pelo poder público, elas são uma construção dos jovens, é por isso que devemos sempre ocupar estes espaços e apontar nossas prioridades”, afirmou.

Léia Soares falou sobre a Campanha de Fortalecimento da Vida na Agricultura Familiar desenvolvida pelo Polo da Borborema e pela AS-PTA, que busca, entre outros objetivos, valorizar o conhecimento dos jovens agricultores experimentadores e com isso fortalecer o seu protagonismo na construção da agroecologia: “Existem muitos jovens agricultores experimentadores no nosso território, homens e mulheres jovens surgindo como lideranças e nossa preocupação é como valorizamos, cada vez mais, a sua contribuição”.

Ainda dentro da programação, três jovens agricultores deram seus depoimentos à plenária. Gabriela dos Santos, 16 anos, do Sítio Nicolândia em Massaranduba-PB, Rivaildo da Costa, 18 anos, do Sítio Camará, em Remígio-PB e Erivan Farias, 24 anos, do Sítio Floriano em Lagoa Seca falaram sobre suas trajetórias de participação em suas comunidades, seja na iniciativa de organizar lutas em grupo com outros jovens, seja na experimentação com a agroecologia.

O período da tarde foi reservado aos Trabalhos em Grupo, que dividiram a plenária nos cinco eixos temáticos da conferência. Ao final do evento foram aprovadas as propostas que serão levadas à etapa estadual e escolhidos nove delegados e delegadas que irão representar o Território da Borborema e defender suas propostas nas etapas subsequentes. Na Paraíba devem acontecer oito Conferências Territoriais e cerca de 48 Conferências Municipais. Todas são etapas preparatórias para a II Conferência Estadual de Políticas Públicas de Juventude, que será realizada entre os dias 20 e 22 de outubro em João Pessoa. A 2ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Juventude acontecerá de 09 a 12 de dezembro, em Brasília.

Isto foi postado em Notícias dentro de com os temas e as tags , , ,
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *