Cartilha: A cidade e a roça: semeando agroecologia

A cidade cresce e avança cada vez mais sobre a área rural. Onde havia lavoura anos atrás, agora encontramos concreto. O estado do Rio de Janeiro é uma das áreas mais urbanizadas do Brasil. A baixada fluminense e os subúrbios do Rio de Janeiro que formam a maior parte da região metropolitana do estado, são um bom exemplo do que o crescimento urbano desenfreado pode gerar: prédios para todo lado, favelas, imensas comunidades, gente para mais de metro, violência, confusão e muita desigualdade social.

A alma camponesa, porém, resiste em áreas rurais ainda existentes e mesmo dentro da cidade maravilhosa. A vontade de plantar supera as dificuldades impostas pelo crescimento da selva de pedra. Em meio à especulação imobiliária na região metropolitana, permanecem iniciativas de famílias que procuram resgatar seus laços com a natureza, fazendo de suas roças uma alternativa de geração de renda e de produção de alimentos. Seja em propriedades familiares e terrenos em torno das cidades, em quintais ou até mesmo em lajes, a roça persiste, conservando práticas e valores de homens, mulheres e jovens agricultores.

Leia a cartilha: A cidade e a roça: semeando agroecologia

Isto foi postado em Cartilhas dentro de com os temas e as tags , , ,
Imprimir Este ArtigoFaça um comentárioCompartilhe no Facebook

2 comentários

  1. Postado 23 de março de 2012 às 19:03 | Permalink

    Parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido por vocês da ASPTA. Sempre estou acessando o site e lendo as publicações, que têm me subsidiado nos trabalhos que desempenho de assessoria.
    Marialdo Santana – Eng° Agrônomo e Coordenador do Programa Uma Terra e Duas Águas, Unidade Gestora TECHNE.

  2. Crizoleide de freita
    Postado 12 de março de 2012 às 15:38 | Permalink

    Eu parabenizo a AS.PTA,pelo trabalho que venhe desenvolvendo junto aos agricultores da agricultura familiar,cada dia eles venhe se conscientizando da importancia de preservar a natureza e comer alimentos saldaveis,vcs tão de parabéns pelo trabalho que desenvolve junto aos sindicatos e associações rurais.

Postar um comentário

Seu email nunca vai ser compartilhado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login with Facebook

*
*

Você pode usar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *